domingo, 15 de fevereiro de 2009

Beneath the Underdog


Da auto-biografia de Charles Mingus, "Saindo da Sarjeta", p. 101, cap. 16:

Outubro
- Charles, cante a nossa canção para mim de novo, aquela que você compôs.
- Baby, você sabe que não sei cantar.
- Diga a letra então. Por favor?
- Tudo bem, baby, para você, em nossa última noite juntos como garoto e garota. Venha sentar-se ao meu lado, eu vou tocar para você.... "Boy meets girl on a cloudy afternoon, woman needs man so they say. Love at first sight - oh what a day that was - picnics - boat rides - strolling through the park - watching fireflies light up the dark..."
-
Vamos, Charles, a parte que você escreveu quando mamãe tentou mandá-lo embora.
- Talvez não dê sorte, Barbara.
- É só uma canção. Eu adoro. Por favor!
- "Came the rains, washing away all our dreams. No one's exactly to blame, we failed at the game of love and understanding. Each one is trying to learn that life is just a lesson. If you give and take in turn, love is what you earn. Now you've heard my story, now you know why I'm blue, I lost my Barbara Jane and I don't know what to do - until my baby's back guess I'll just have to die or sing the blues...
-
Querido, não faça esse ar tão triste. Essas últimas palavras nunca vão se concretizar.

2 comentários:

Rafael Jr disse...

Esse livro deve ser bonzão!

FabioSnoozer disse...

You have no idea...